Conheça - Cigarro, Chiclete & Pólvora | Nest Panos

Conheça - Cigarro, Chiclete & Pólvora

Publicado: 23/10/2019


Cigarro, Chiclete & Pólvora é um disco inspirado no clássico Cidade de Deus de Fernando Meirelles



Sem se preocupar com o padrão imposto pelo mercado fonográfico, Brak (beatmaker), Dre Vila (MC) e St Begod (MC) entregam um disco com uma estética cinematográfica, repleta de referências, analogias e técnicas de rima variadas, assim como os instrumentais que vão do jazz, samba até o funk.
O disco se destaca por abranger uma gama variada de público pois mescla muito bem samples clássicos com uma narrativa atual da visão periférica.
Escutar o disco é como entrar em uma máquina do tempo, você é teletransportado para diversas ocasiões, transitando entre uma variedade de influências que vão dos filmes, séries, animes e livros (na faixa C.C.&.P isso fica nítido!).
O que se pode esperar do disco é muito sentimento, vivências e rimas inteligentes.

A obra foi inteiramente gravada na cidade de Bento Gonçalves (RS), onde St Begod reside atualmente, e três artistas locais contribuíram na parte gráfica do trabalho. A foto ilustrada na capa foi feita por Pablo do Rosário (fotógrafo) e Jone William (assistente de fotografia), já o design gráfico ficou por parte de Gislaine Berghann (designer).

                                             
Aproveitamos também para fazer uma pergunta para cada um dos rapazes. 
NestPanos:
"De onde veio a inspiração que te levou a criar o disco, e por que Dre Vila e St Begod?"

Brak:
"Eu e o Dre Vila íamos visitar o St Begod no sul, onde ele mora hoje em dia. A ideia de nós três juntos de novo depois de tanto tempo se tornou a vontade de produzir algo; eu tive a ideia de ser um disco, algo sólido, como forma de nos concretizar nesse plano terrestre, já que a arte fica e a gente vai. Minha ideia pro disco sempre foi fazer uma parada crua, sentimental e com conceito por trás. Na época eu tinha acabado de conhecer o HQ do Koteri Ink, Kings of Nowhere; onde retratava três macacos em busca de seus objetivos, e eu acabei me apegando à estética e depois descobri que o HQ tinha inspirações do filme Cidade de Deus, o qual sou super fã.
Mesclei as ideias do HQ, do filme e da nossa real vivência como três garotos do bairro Saboó e o que já passamos juntos, e isso se tornou o conceito primário do disco."


NestPanos:
"Qual faixa do disco você mais se identifica e por quê?"

Dre Vila:
"Olho x Olho" com certeza. Ela é sentimental demais, fala das minhas concepções sobre algumas áreas da vida que são muito particulares. Eu não conseguiria me expressar pra alguém como eu consegui nessa música, então vendo por esse ponto de vista, é uma das músicas que mais me toca. Depois "Escassez" porque é uma realidade comum assim como é falada em "Olho x Olho"; resumidamente essas são as duas músicas que eu mais me identifico e mais me tocam a alma."

Nestpanos:
"Qual repercussão você esperava sobre o lançamento do disco?"

St Begod:
"Na real eu tava mais preocupado com a opinião dos meus amigos, pessoas mais próximas a mim; como a intenção desde o começo era fazer uma parada mais pessoal, a primeira coisa que me veio a mente foi como minhas palavras iriam soar para aqueles que me conhecem e já passaram alguma situação comigo. Confesso que tô louco pra esse disco estourar no meu bairro de criação (Saboó, Santos - SP), um dos meus sonhos é cantar esse disco e ouvir minha quebrada cantando de volta, seria lindo demais... Também tá sendo muito louco ver uma galera nova aparecendo, pessoas que eu achei que nem iriam chegar a ouvir o disco estão vindo dar um salve sobre.
Focamos no sentimento e a primeira impressão é que de fato estamos tocando várias pessoas."

Agora que conhecemos um pouco de como esse trampo surgiu e tomou corpo, bora escutar?


Voltar